4 de dezembro de 2012

Pernas de frango com alecrim – Actifry





O almoço de domingo foi delicioso e pouco trabalhoso, com a ajuda da Actifry. 

Ingredientes:

5 pernas de frango
4 dentes de alho picados
2 colheres medidoras de azeite
1 colher de chá generosa de sal
1 pernada de alecrim cortada aos pedaços
1 lata grande de cogumelos (peso escorrido: 170 g)

Preparação:

Colocar numa tigela os dentes de alho picados, o azeite e o sal e misturar. 

De seguida untar bem as pernas de frango, colocá-las na Actifry e espalhar o alecrim.

Programar a Actifry para 20 minutos e ligá-la.

Ao fim deste tempo juntar os cogumelos escorridos e programar mais 10 minutos.



A repetir em breve, garanto-vos!


A Cozinheira

21 de novembro de 2012

Bolo mármore - Bimby




:D Pensam que é só A Cozinheira a fazer bolos?! Humm...

OK, confesso que não é o meu forte, por isso, recorri ao livro-base da Bimby, Bimby - As receitas essenciais, e fiz ligeiras modificações a este bolo mármore.

Ingredientes:

100 g de manteiga amolecida (usei Vaqueiro líquida)
180 g açúcar (a receita original recomenda 250 g)
1 colher de chá de essência de baunilha (a receita original tem 1 colher de sopa de açúcar baunilhado que substitui pela essência) 
4 ovos
120 g leite
300 g farinha
1 colher de chá de fermento em pó para bolos
1 colher de sopa de chocolate em pó

Preparação:

Pré-aquecer o forno a 180º C.

Deitar no copo a manteiga, o açúcar, a essência de baunilha, os ovos, o leite e programar 1 Min / Vel 6.

Juntar a farinha, o fermento e envolver 15 Seg / Vel 3.

Deitar metade da massa numa forma previamente untada e polvilhada com farinha.

Juntar o chocolate à restante massa e envolver 15 Seg / Vel 3.

Deitar na forma e passar com a espátula de maneira a fazer movimentos em espiral para obter um efeito de mármore.

Levar ao forno durante 40 minutos.

O Cozinheiro

16 de novembro de 2012

Sopa de grão e espinafres – Bimby




Chegou a vez de dar uso ao grão cozido congelado numa saborosa sopa. 

Ingredientes:

3 batatas
2 cenouras
1 cebola grande
2 dentes de alho
750 g de água
120 g de espinafres
100 g + 300 g de grão cozido congelado
1 colher de sopa de azeite
Sal q.b.

Preparação:

Lavar os espinafres e colocá-los na Varoma. Reservar.

Colocar no tabuleiro superior da Varoma 300 g de grão congelado, que irá a descongelar. Reservar.

Colocar os restantes ingredientes no copo as batatas, a cebola e as cenouras aos pedaços. Juntar os dentes de alho, 100 g de grão, a água, o azeite e o sal. Pôr a Varoma completa e programar 25 Min / Varoma / Colher invertida / Vel 1.

Retirar a Varoma e colocar os espinafres e o grão num recipiente (uma panela, por exemplo). Reservar.

Colocar o copo medidor na Bimby e programar 1 Min / Vel 9 (experimentei esta sugestão da minha querida amiga R. e realmente fica com uma cremosidade fantástica). Esperar 2 a 3 segundos antes de abrir a tampa e depois juntar aos espinafres e ao grão e envolver.

Se querem uma sopa aconchegante, aqui está ela.

A Cozinheira

11 de novembro de 2012

Brownie do dia-a-dia da Nigella




A meio de um zapping deparei-me com este brownie do dia-a-dia da Nigella Lawson (episódio 9 da T7 de «A Cozinha de Nigella»). Tomei nota da receita para fazer num domingo, num daqueles dias frios e em que só apetece conforto aos molhos. E hoje foi o dia... Aprovadíssimo, claro está!

Ingredientes:

100 de chocolate de leite (sim, por isso é que é do dia-a-dia... Usei da Milka)
150 g de manteiga sem sal à temperatura ambiente
300 g de açúcar mascavado
75 g de cacau em pó
150 g de farinha sem fermento
1 colher de chá de bicabornato de sódio
4 ovos
2 colheres de chá de essência de baunilha
Açúcar em pó q.b.

Preparação:

Pré-aquecer o forno a 190º (enganei-me e pus a 180º e ficou assim até ao fim).

Partir o chocolate grosseiramente com uma faca e reservar.

Colocar os ovos numa taça e reservar.

Em lume brando colocar num tacho a manteiga, o açúcar e o cacau em pó. Envolver tudo até derreter.

Juntar a farinha sem fermento e o bicabornato de sódio. Envolver e retirar do lume.

Na taça onde estão os 4 ovos juntar a essência de baunilha. Não bater, só mexer, com uma vara (segundo explicou a Nigella, para não ganhar demasiado ar. O bolo cresce um pouco e abate um pouco também. Se os ovos forem muito batidos, a massa crescerá muito e abaterá na mesma proporção). Juntar ao preparado anterior e envolver.

Por fim, juntar os pedaços de chocolate e verter para  um tabuleiro (usei um de alumínio, como a Nigella; o meu é do Continente de 28,1 cm x 18,7 cm x 3,7 cm; leva 1480 ml).

Ir ao forno durante 20 minutos (ou até fazer o teste do palito e estar seco, o que no meu forno a 180º equivaleu a 35 minutos).

Deixar arrefecer em cima de um suporte e em frio polvilhar com açúcar em pó. Cortar em retângulos e está pronto a ser degustado (só de estar a escrever estou com água na boca...). Deu 12 fatias generosas, como na foto.

A Cozinheira

3 de novembro de 2012

Castanhas cozidas na Bimby...




...São de comer e chorar por mais! Enquanto houver castanhas à venda acreditem que esta receita vai ser repetida até à exaustão. Ou isso ou não me chamo A Cozinheira!

Não encontrámos muitas receitas para a Bimby... Decidimos experimentar a que foi inserida por Rita Nogueira no Mundo de Receitas Bimby. Como queríamos cozer 500 g adaptámo-la.

Ingredientes:

500 g de castanhas
880 g de água
1 colher de sopa mal cheia de erva doce
2 paus de canela 
15 g de sal (embora não tivessem ficado salgadas na próxima fico pelos 10 g)

Preparação:

Lavar as castanhas e dar um golpe longitudinal como nas castanhas assadas. Colocá-las no cesto e reservar.

Colocar no copo a água, o sal, a erva doce e os paus de canela partidos ao meio. Inserir o cesto e programar 40 Min / Varoma / Vel 1 ½.

Nota: Não aconselhamos a colocar mais de 500 g de castanhas e para esta quantidade não reduzam a água, porque no final não sobra muita (mas também não coloquem mais para não verter). 

Deliciem-se!

A Cozinheira

31 de outubro de 2012

As Melhores Farófias do Mundo




Estas são as melhores farófias que vão comer em toda a vossa vida. Cheguei até elas depois de ter-me deliciado com umas farófias no restaurante do Tróia Resort com um sabor invulgar a baunilha. Uma pesquisa levou-me até esta receita e, consequentemente a este blogue, uma surpresa muito boa – é dos melhores que conheço!

Vamos lá às farófias... Dão trabalho, na parte final, mas compensa...

Ingredientes:

6 claras (em temperatura ambiente)
4 gemas
1,5 l de leite
1 colher de sobremesa de essência de baunilha
50 g de açúcar (para as claras)
100 g de açúcar
40 g de açúcar baunilhado
1 e ½ colher de sopa de amido de milho
Amêndoas laminadas q.b.
Canela em pó q.b.

Preparação:

Colocar o leite, a essência de baunilha, 100 g de açúcar e 40 g de açúcar baunilhado num tacho largo e levar ao lume até ferver. Depois baixar o lume para o mínimo.

Bater as claras até estarem em castelo pouco firme. Nesta fase adicionar 50 g de açúcar e continuar a bater até obter um merengue muito firme.

O segredo das farófias é as claras cozerem a 60º, no limiar da fervura e com o lume no mínimo (o calor excessivo torna as farófias murchas). Com uma colher grande colocar pedaços de merengue a  cozer 20 segundos de um lado, virar com um garfo e deixar cozer o outro lado 15 segundos. Quando as farófias estiverem firmes retirá-las com uma escumadeira e escorrê-las bem antes de colocá-las num pirex fundo.

No fim, coar o leite e deixá-lo ficar morno. Numa taça dissolver o amido de milho num pouco de leite e reservar.

Noutra taça mexer ligeiramente as gemas (não bater) e juntar ao leite, seguindo-se depois o amido de milho, continuando sempre a mexer. Levar ao lume até espessar, em lume brando, mexendo sempre (é esta a parte que demora mais).

Quando finalmente espessar, regar as farófias com este molho, acrescentar as amêndoas e polvilhar com canela.

Deliciem-se!

A Cozinheira

28 de outubro de 2012

Açorda d'O Cozinheiro

Açorda Alentejana







Ingredientes:

1 pão alentejano
2 postas de bacalhau demolhado
Coentros q.b.
1 cabeça de alhos
Sal q.b.
Azeite q.b.
2 ovos

Preparação:

Colocam-se ao lume 2 postas de bacalhau até ferverem.

Corta-se o pão alentejano às fatias.

Picam-se os dentes de alho e os coentros e mistura-se tudo muito bem num almofariz, com sal e azeite a gosto (dependendo da consistência de que se gosta adiciona-se mais ou menos azeite).

Após cozido o bacalhau, e sem deitar fora a água de cozedura, retira-se o mesmo da panela e coloca-se à parte numa taça funda para ser servido. Seguem-se as fatias de pão por cima do bacalhau.

À água quente de cozinhar o bacalhau junta-se a pasta de coentros, alho e azeite. Partem-se para este caldo os ovos e leva-se ao lume até escalfarem. Depois verte-se para a taça e está pronto a servir.

Espero que gostem. 

Abraço, O Cozinheiro

24 de outubro de 2012

Areias com a Bimby



Eu adoro areias! E esta receita do blogue As receitas lá de casa é infalível, como todas as que já experimentei desta casa. Além disso, é simples. Levámo-las connosco para um agradável lanche de domingo com os nossos amigos R. e L. e agradou a miúdos e graúdos.

Ingredientes:

300 g de farinha (usei Branca de Neve para bolos, a super fina com fermento)
200 g de margarina (Vaqueiro, como sempre)
100 g de açúcar


Preparação:

Colocar todos os ingredientes no copo e programar 30 Seg / Vel 6. Como utilizo a margarina a sair diretamente do frigorífico costumo marcar mais 10 segundos. E já está!

O meu cunho pessoal começa agora:

Retirar os tabuleiros do próprio forno e pré-aquecê-lo a 190º. Para não perder tempo e não sujar loiça forro-os com papel vegetal anti-aderente (dica: o do Lidl é óptimo!).

Coloco um pouco de óleo Fula numa tigela perto de mim e o copo medidor da Bimby e depois ponho as mãos literalmente na massa, a fazer bolinhas com as mãos e coloco-as nos tabuleiros (normalmente rondam as 30 unidades).



De seguida, agarro no copo medidor, passo a base pelo óleo e pressiono as bolinhas de modo a espalmá-las e transformam-se numa espécie de flor. Passar o copo pelo óleo sempre que a massa comece a colar-se demasiado.



Levar ao forno durante 20 a 25 minutos.

Depois retirar as areias, deixá-las arrefecer um pouco e passá-las por açúcar ou açúcar e canela (é opcional, fiz umas simples e outras passei-as por açúcar branco) e guardá-las em frascos herméticos.

Desaparecem num abrir e fechar de olhos!

A Cozinheira




21 de outubro de 2012

Sopa de Espinafres em 25 minutos - Bimby




Esta é uma das sopas da semana que mais sucesso faz cá em casa. É bastante saborosa e em menos de meia hora está pronta a ir para a mesa. A receita é uma adaptação da da sopa de alface do livro Bimby - As Receitas Essenciais.

Ingredientes: 

150 g de folhas de espinafres
2 cebolas, cortadas aos pedaços
2 cenouras, cortadas aos pedaços
1 batata grande, cortada aos pedaços
3 dentes de alho
500 g de água
1 colher de sopa de azeite
Sal q.b.

Preparação:

Lavar os espinafres e colocá-los na Varoma. Reservar.

Colocar os restantes ingredientes no copo (o azeite é suposto entrar depois, mas eu costumo pôr nesta fase, à antiga), a Varoma e programar 25 Min / Varoma / Colher invertida / Vel 1.

Retirar a Varoma e colocar os espinafres num recipiente (uma panela, por exemplo). Reservar.

Colocar o copo medidor na Bimby e programar 50 Seg  e ir progressivamente Vel 3, 5, 7. Esperar 2 a 3 segundos antes de abrir a tampa e depois juntar aos espinafres e envolver delicadamente. Está pronto a servir!


A Cozinheira

20 de outubro de 2012

Molho Pesto



Talvez seja melhor começar por dizer que somos urban chic (Ha! Ha! Ha!) e temos uma mini-horta na nossa varanda, composta sobretudo por ervas aromáticas. O manjericão estava no ponto para colhermos as folhas e experimentarmos fazer pesto

A ideia era fazer uma jantar ultra-rápido no dia seguinte. Guardámos o molho bem acondicionado no frigorífico de um dia para o outro. Depois foi chegar a casa, pôr a massa ao lume e deliciarmo-nos com um spaghetti al pesto

Ingredientes:

50 g de queijo parmesão ralado

2 dentes de alho
20 g de amêndoa picada
40 g de folhas de manjericão
30 g de azeite
30 de óleo
50 g de água
Sal q.b.

Preparação:


Colocar na Bimby o queijo, os alhos, a amêndoa picada, o manjericão e o sal 10 Seg / Vel 9 (parar a meio e baixar com a espátula). Juntar os líquidos num recipiente e ir vertendo aos poucos, na Vel 5 e com o copo colocado, como se faz com a maionese, durante 10 Seg. 




Buon appetito!

A Cozinheira


Fonte: Adaptação muito nossa de 234 Receitas para Robôs de Cozinhas










19 de outubro de 2012

Bolo de Claras com Doce de Frutos Vermelhos



Cada vez que fazemos leite creme sobram 4 claras. Costumamos congelá-las e depois fazer farófias (prometemos publicar a nossa receita), mas o stock de claras já é grande, por isso, fomos ao Livro Base Bimby e adaptámos a receita do Bolo de Claras. Convinha correr bem porque iamos jantar aos meus sogros... Houve um contratempo... que resolvemos com doce de frutos vermelhos! O resultado final Da Nossa Cozinha: um bolo baixinho, muito saboroso, daqueles que desaparece num vapt-vupt (ápice)!

A nossa versão:
Ingredientes:
4 claras (em vez de 6 da receita original (RO))
1 pitada de sal
70 g de Vaqueiro líquida (RO: a mesma quantidade mas de manteiga derretida)
100 g de açúcar (RO: 120 g)
120 g de farinha
1 colher de chá de fermento em pó
Pusemos de parte as nozes para decorar sugeridas pela RO e usámos ainda:
1 colher de chá de essência de baunilha
Açúcar caramelizado
Doce de frutos vermelhos light do Continente

Preparação:

Ligar o forno a 180º.

Colocar a borboleta no copo (deve estar tudo bem seco) e deitar as claras e o sal e programar 4 Min/ Vel 3 (um minuto por cada clara). No final reservar.

Sem lavar o copo e sem a borboleta adicionar a margarina e o açúcar. Bater durante 2 Min / Vel 1. Verificar se tem a consistência de um creme. Em seguida, na mesma velocidade ir incorporando pelo bucal, a pouco e pouco e alternadamente, as claras e a farinha com o fermento já incorporado (uns 2 minutos no total). Parar a máquina, acrescentar a essência de baunilha e programar 15 Seg / Vel 2.

Untar bem uma forma redonda (usámos uma de silicone) com o açúcar caramelizado e deitar a mistura na forma. Levar ao forno durante 20 a 25 Min. Desenformar ainda quente.

O contratempo surgiu ao desenformar porque untámos mal o fundo da forma e uma boa parte da (mnhumi!) camada de caramelo ficou agarrada à forma. Deixámos arrefecer e cobrimos o topo do bolo com o doce de frutos vermelhos.

E já temos uma receita para as 4 claras que sobram do leite creme! Ainda bem que untámos mal a forma, só vos digo...

A Cozinheira


18 de outubro de 2012

Dica de Poupança # 1




Ralar queijo em casa em vez de o comprar já ralado. Estes quase 200 g ficaram-nos em 0,77 €, praticamente metade do preço do de compra.

Comprámos queijo fatiado na charcutaria de um hipermercado e como temos Bimby colocámos lá o queijo 5 Seg / Vel 6. Et voilà! Outras alternativas para ralar o queijo: num picador, liquidificador ou num simples ralador. 

Depois é acondicioná-lo bem - colocámos num saco de plástico - e... congelador!

Retirar e usar em massas, pizzas, lasanhas...

Gostaram da dica? Costumam fazer?

A Cozinheira

16 de outubro de 2012

Leite Creme, querido Leite Creme...





Neste fim de semana fomos visitar a família e, como sempre, fizemos questão de levar algo. Da Nossa Cozinha saiu um leite creme para a tia L. e para o tio T. A receita que se segue percorreu muitos blogues - fomos buscá-la à donabimby - e o seu sucesso deve-se ao facto de incluir farinha Custard. É uma delícia! 


Ingredientes:


1 litro de leite

4 gemas de ovo
240 g de açúcar (Colocámos 200 g, como a donabimby)
30 g de farinha Maizena
1 colher de sopa de farinha Custard
1 casca de limão 
1 pau de canela


Preparação:


Colocar todos os ingredientes na Bimby 12 Min/ 90º / Vel 2 1/2. 


Quando terminar o tempo, retirar a casca de limão e o pau de canela e colocar rapidamente o leite creme numa travessa. Deixar arrefecer. 

Se não for para consumo imediato, deixar solidificar no frigorífico (nós preferimos que vá ao frio). Retirar uns 20 minutos antes de ir para a mesa, polvilhar com açúcar e queimar com o ferro próprio para o efeito.

Deliciem-se, sim?

A Cozinheira


P.S.: Compramos a farinha Custard no Intermarché, que é onde a encontramos.

14 de outubro de 2012

Bolo Podre (de bom!) – Receita Bimby




«- Que significa "cativar"?
- É uma coisa de que toda a gente se esqueceu, disse a raposa. Significa "criar laços..."
- Criar laços?
- Isso mesmo, disse a raposa. Para mim, não passas, por enquanto, de um rapazinho em tudo igual a cem mil rapazinhos. E eu não preciso de ti. E tu não precisas de mim. Para ti, não passo de uma raposa igual a cem mil raposas. Mas, se me cativares, precisaremos um do outro. Serás para mim único no mundo. Serei única no mundo para ti...»

O Principezinho, de Antoine de Saint-Exupéry



O blogue Pão e Beldroegas foi o primeiro de culinária que, post após post, “cativou-me”. Da Nossa Cozinha saiu este Bolo Podre (de bom!), que adaptámos. Reduzimos o açúcar e a margarina (que usámos em vez de manteiga)  e não colocámos o vinho do Porto, para o Bebé Cozinheiro poder provar. 



Ingredientes:


200 g de açúcar (Colocámos 150 g)
170 g de manteiga (Colocámos 150 g de margarina)
400 g de farinha (Usámos T65 com fermento)
4 ovos
2 colheres de chá de fermento
100 g de nozes
2 dl de leite
5 colheres de chá de vinho do Porto (Não colocámos)
2 colheres de sobremesa de canela


Preparação: 


Untar uma forma e polvilhá-la com farinha. Reservar.

Ligar o forno a 180º.

Colocar as nozes no copo e triturá-las 5 Seg / Vel 4. Reservar.

Bater o açúcar com a margarina 2 Min / Vel 3 ½. Com a Bimby a funcionar ir juntando os ovos um a um pelo bocal. Colocar a borboleta e bater mais 2 Min à mesma velocidade.
Programar 1 Min / Vel 3 e juntar o leite, a canela, a farinha e o fermento (quem quiser adicionar o vinho do Porto é aqui). Finalmente, envolver as nozes com a espátula e verter para a forma.

Levar ao forno durante cerca de 40 minutos ou até espetar-se um palito e ele sair seco.


Vai ser o bolo Da Nossa Cozinha esta semana... É bommm! 


A Cozinheira

7 de outubro de 2012

Lasanha Da Nossa Cozinha





Da Nossa Cozinha saem muitos pratos e sobremesas, tanto das mãos d’A Cozinheira como das d’O Cozinheiro. É um prazer e ainda bem, porque há um Bébe Cozinheiro na casa e às vezes é necessário revezarmo-nos.

Estreamo-nos aqui neste nosso cantinho com a nossa lasanha, que esperamos faça as vossas delícias. Depois dêem-nos a vossa opinião!

Nota: Desde que temos Bimby deixámos de comprar béchamel. Como gostamos dele mais espesso, como o da Parmalat, adaptámos a receita do béchamel  do livro-base (a que está na receita de lasanha).



Ingredientes:


450 g de carne picada

185 g de cogumelos

1 cebola

2 dentes de alho

1 cenoura

2 linguiças

1 folha de louro

70 g de margarina

1 fio de azeite

1 colher de sopa de salsa picada

2 colheres de sopa de polpa de tomate

2 dl de vinho branco

1 caldo de carne

Placas de lasanha

Pão ralado q.b.

Queijo ralado q.b.



Para o béchamel (na Bimby):

600 g de leite

75 g de farinha

40 g de margarina

Sal q.b.



Preparação:


Picar finamente a cebola, os alhos, a cenoura, os cogumelos e as linguiças (sem a pele). Colocar tudo num tacho com a margarina e o azeite a alourar. Adicionar a carne picada e deixar também alourar. Juntar a polpa de tomate, o vinho branco, a salsa picada e o caldo de carne e deixar apurar, até reduzir o molho.

Na Bimby colocar no copo todos os ingredientes para o béchamel e programar 8 Min/ 90º / Vel 4.

Pré-aquecer o forno a 180º.

Forrar um pirex com placas de lasanha, colocar 1/3 do béchamel e, com uma escumadeira, metade da carne. Repetir a operação. Colocar placas de lasanha, o restante béchamel e polvilhar com o pão e o queijo.

Levar ao forno cerca de 40 minutos.

Bom apetite!

A Cozinheira e O Cozinheiro